Arquivo do mês: setembro 2009

208 visitantes num único dia …

Por Pollyana Ferrari

No dia 23 de setembro aPUCultura teve seu maior pico de acesso, com 208 visitantes únicos. Parabéns para as turmas NA e NB, o blog está melhor a cada dia, com pautas mais relevantes e crescente aumento de interatividade e uso das ferramentas de hipermídia.  Não ando dando muito parabéns individual, apenas alguns puxões de orelha, mas agora quero parabenizar aos 71 integrantes do blog. Boa semana de Olimpíada no Brasil!

Mega Rampa leva 10 mil ao Anhembi

Por Gabriel Correa

Cerca de 10 mil pessoas compareceram no domingo dia 27 no Anhembi em São Paulo para acompanhar um dos maiores eventos para skatistas do Brasil. A Mega Rampa, patrocinada pela OI, consiste num descida de 27 metros, equivalente a um prédio de nove andares, e após a descida uma rampa alça os corajosos copetidores ao ar e as manobras acabam em um quarterpipe.

Burnquist em ação no sábado

Burnquist em ação no sábado

O grande vencedor foi novamente Bob Burnquist, que já havia levantado a taça no evento anterior. Dessa vez a façanha foi conseguida através de uma nota 88,50, e ainda deu tempo de frustrar seus fãs com uma tentativa de mortal mal sucedida. A segunda colocação ficou com o australiano Jake Brown e a terceira com o americano Adam Taylor.

Quer saber quanto o campeão levou pra casa para aturar essa loucura? A bagatela de 16 mil dólares, nada mal pra quem arrisca uma queda dessas.

O trófeu e aquele aperto de mão político

O trófeu e aquele aperto de mão político

Comida premiada

Por Carla Maglio

Localizado no bairro de Vila Nova conceição-SP, próximo a Santo Amaro, o restaurante Kinoshita é sinônimo de bom gosto e sofisticação.

 

Kappo cuisine

Kappo cuisine

A casa traz ao Brasil um novo conceito de gastronomia japonesa, a “kappo cuisine”– culinária que por meio de diversas combinaçoes exóticas de aronas e sabores,  procura despertar novas sensações nos clientes.

 

 

 

Tsuyoshi Murakami

Tsuyoshi Murakami

 

 

 

O chef de cozinha do restaurante Tsuyoshi Murakami foi premiado como chef do ano, na edição de 2009 do Prêmio Melhores do Ano Prazeres da Mesa/ Bohemia, que elege os melhores profissionais e estabelecimentos na área de gastronomia no Brasil. Assim como o restaurante Kinoshita recebeu o prêmio de “restaurante do ano”, na mesma edição.

 

 

Restaurante premiado e conceituado, o Kinoshita teve seu cardápio criado  após uma viagem de seus sócios ao Japão em busca de sabores desconhecidos pelo paladar brasileiro. Trazendo como destaque:  O sushi de bottarga, ovas de peixe prensadas que são especialidade do chef.

sushi de bottarga

sushi de bottarga

 Nas sobremesas temos também,  o brigadeiro de chá verde. Variados drinks feitos à base de saquê, além da carta de vinhos, do restaurante.

Vale a pena conferir.

Os Flash Mobs como arma política

Por Juliane Freitas

Flash Mob é o nome dado a uma mobilização relâmpago – significado do termo em português-, combinada por celular ou internet, em que pessoas se encontram em um lugar pré-determinado e por alguns minutos agem simultaneamente, a favor de uma causa ou por diversão.

A brincadeira surgiu em 2003 nos Estados Unidos e reuniu cerca de 200 pessoas numa loja de departamentos. Os participantes se reuniram na seção de tapetes, em busca do tapete do amor.

Apesar do caráter lúdico, os Flash Mobs, através de redes de relacionamento como o Twitter e dos celulares, está reiventando as formas de protestos populares.

Na  segunda-feira, 21 de setembro, um grupo de manifestantes da TicTacTicTac lideraram uma ação na Avenida Paulista para reivindicar ações mais conscientes e consistentes dos governos na COP15.  Com o nome de “Hora de Acordar”, a intenção era despertar as autoridades para os problemas gerados pela negligência com o meio ambiente.

Com o mesmo intuito, o projeto Cidade Escola Aprendiz reuniu-se com um grupo em frente ao Metrô Clínicas. Os participantes  programaram os alarmes de seus relógios para dispararem simultaneamente, às 12h18.

Tais mobilizações foram algumas das mais de 2600 realizadas ao redor do mundo no chamado Action Day.

Entenda a COP 15

Acontecerá entre os dias 7 e 18 de dezembro deste ano em Copenhague, na Dinamarca, a 15ª Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas. Cerca de 200 países participarão dos eventos, representados por seus governantes, e discutirão as diretrizes e medidas para salvar o planeta.

Entre os temas abordados estarão o controle da emissão de carbono e uso consciente de recursos naturais. Tais assuntos influenciam diretamente na economia e modo de vida dos países, o que têm causado relutância quanto à tomada de medidas a favor do clima.

A conferência pretende, portanto, alertar, mais uma vez, sobre a urgência da tomada de decisões concretas a favor da sobrevivência terrestre e definir ações, começando pela redução na emissão de CO2.

Viagem e Esporte

Por Marcela Soutto Mayor

A corrida de rua conquista cada vez mais adeptos pelo Brasil e pelo mundo. Com o aumento de participantes nas provas amadoras, as empresas de viagem têm investido no esporte com pacotes para os corredores terem a oportunidade de disputar famosos circuitos que não acontecem em sua cidade natal, e às vezes nem em seu país. Com isso, eles unem a cultura que as viagens podem trazer, conhecem costumes e locais novos e ao mesmo tempo praticam a atividade física em corridas que antes somente profissionais tinham a oportunidade de participar.

Maratona de Paris do ano de 2009

Maratona de Paris do ano de 2009

Em março deste ano, a TAM se transformou na patrocinadora oficial dos dois mais importantes circuitos de rua do nosso país: o Circuito das Estações e o Circuito Vênus. Estes passam pelas principais capitais do Brasil, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre, e a empresa tem pacotes para todas as etapas da prova e ainda dá diárias de hoteis de presente para os vencedores da etapa anterior.

Sites e revistas especializados no assunto também incentivam os corredores amadores a viajar para praticar o esporte e têm pacotes para as principais competições do mundo. Revista O2 Por Minuto, por exemplo, tem no seu portal da internet diversas opções de turismo/corrida, entre elas importantes maratonas como a de Paris, a da Disney e a de São Silvestre, que é realizada em São Paulo. Em todos os pacotes estão inclusos voos fretados apenas para os participantes, hoteis, inscrições na corrida e traslados entre o local da prova e o da hospedagem.

Nocauteando um drama no retorno ao UFC

Por Thiago Domingues

Um nocaute. Isso não parece grande coisa. É algo que acontece aos montes em vários tipos de luta. Mas quando Vitor Belfort nocauteou Rich Franklin no último UFC (Ultimate Fighting Championship), o mais famoso evento de lutas do mundo, havia muito mais dentro do octógono do que a disputa principal de MMA (Mixed Martial Arts) da noite. UFC 103, 19 de setembro de 2009, uma data para entrar na história de um lutador, de um irmão.

Pesagem do UFC 103: Rich Franklin x Vitor Belfort

Pesagem do UFC 103: Rich Franklin x Vitor Belfort

No Brasil, país em que o MMA (antes conhecido como Vale Tudo) ainda sofre preconceito, Belfort ficou mais famoso não pelo fato de ser um grande atleta da categoria, mas sim por dois outros motivos: ser marido de Joana Prado (conhecida pela sua “personagem” Feiticeira) e o trágico desaparecimento de sua irmã, Priscila Belfort. É nesse drama familiar que acontece a crise de sua trajetória.

A carreira deste carioca começou cedo. Vitor foi o lutador de jiu-jitsu mais novo do mundo a receber a faixa preta, conquista obtida aos 17 anos. Estreou no MMA aos 19 anos em um evento de pouca expressão no Havaí, o Super Bowl (não confunda, em comum com o evento da final da NFL só tem o nome), em que nocauteou John Hess, adversário de dois metros de altura e 150 kg, em apenas 17 segundos. A vitória chamou a atenção de empresários, e quatro meses depois, Vitor Belfort foi convidado para lutar no “UFC 12: Judgement Day” e foi campeão deste torneio, o principal da categoria, vencendo Tra Telligman e Scott Ferroso em uma mesma noite. Ele venceu os dois lutadores mais experientes e mais pesados (105kg e 160kg) rapidamente, cada luta durou cerca de um minuto. E foi após esse começo impressionante que Belfort recebeu o apelido de “The Phenom” – O Fenômeno.

Daí em diante sua carreira só foi crescendo. Na luta seguinte, no UFC 13 ele nocauteou David Tank Abbott, famoso lutador da época, em apenas 53 segundos. Essa disputa teve uma das maiores audiências da história do MMA. Seu cartel também conta com uma vitória espetacular no UFC Brazil, sobre o também brasileiro Wanderlei Silva, que é um dos ídolos do esporte, muito querido no Japão e tem muitos títulos. O confronto terminou aos 44 segundos, após uma incrível sequência de socos em poucos segundos:

É claro que as derrotas vieram, mas sempre diante de nomes de peso. A primeira delas foi para uma lenda do esporte, Randy Couture, quem Vitor acabou vencendo anos mais tarde. Depois ele ainda perde para Kazushi Sakuraba, ao quebrar a mão no início da luta, e para Chuck Lidell, um dos melhores de todos os tempos em sua categoria. Derrotas que aconteceram entre várias vitórias. Porém, uma sequência de fracassos acontece após o início de 2004. Ano em que sua irmã desapareceu.

Priscila Belfort desapareceu aos 29 anos, no dia 9 de janeiro de 2004. Ela saiu sozinha do trabalho em seu horário de almoço e não voltou mais. Dois dias depois a família admitiu o desaparecimento e iniciou uma campanha para encontrá-la. Foram espalhados outdoors com a foto de Priscila pela cidade do Rio de Janeiro, Vitor e Joana Prado utilizaram sua fama para divulgar o caso. Anos de busca se passaram, mas até hoje nenhum vestígio foi encontrado. A polícia trabalhou com a hipótese de homicídio, já que nenhum resgate foi pedido. Em 8 de agosto de 2007, uma mulher (identificada como Elaine Paiva da Silva) disse ter matado e enterrado a irmã do lutador no mesmo dia em que ela desapareceu. O crime teria sido cometido para saldar uma dívida de Elaine com traficantes. Mas na suposta cova não foram encontrados ossos humanos, então o paradeiro de Priscila é desconhecido até hoje.

O caso afetou a carreira de Vitor. Ele perdeu três lutas seguidas (contra Randy Couture, Tito Ortiz e Alistair Overeem) e começou a mostrar instabilidade. Não teve seu contrato com o UFC renovado. O lutador ficou visivelmente abalado com o sumiço da irmã. Durante esse período ele passou por alguns eventos, como o Cage Rage, o extinto Pride e o Strikeforce. Após duas vitórias no Cage Rage em 2007, Belfort foi contratado pelo Affliction, em que conseguiu novo destaque ao vencer duas lutas por nocaute, sendo uma delas contra Matt Lindland.

Ao ver que o brasileiro tinha voltado à boa forma, Dana White, presidente do UFC assinou um novo contrato com Vitor. Conseguir voltar ao principal evento do MMA já era uma vitória, mas ainda havia a expectativa da luta do retorno. O adversário escolhido foi Rich Franklin, que já foi campeão do UFC, tinha um cartel de 25 vitórias e 4 derrotas e havia vencido Wanderlei Silva no UFC 99.

O resultado não poderia ter sido melhor. Em uma luta rápida, Vitor Belfort nocauteou Rich Franklin com uma sequência de socos com 3 minutos e 2 segundos do primeiro assalto. Franklin demorou algum tempo para se recuperar dos impactos, enquanto Belfort comemorou como nunca e ainda se dirigiu ao adversário para ver se estava tudo bem. Veja o vídeo da luta.

Vitor Belfort nocauteando Rich Franklin

Vitor Belfort nocauteando Rich Franklin

Após o retorno triunfal e sua 19ª vitória no MMA, Dana White disse que no UFC 108 acontecerá uma luta muito esperada: Vitor Belfort x Anderson Silva. The Spider (como Anderson é conhecido) é detentor do Cinturão Unificado do Pride, atual campeão dos pesos médios do UFC e possui o recorde em número de vitórias no evento, superando Royce Grace. Agora basta torcer para que a luta realmente aconteça no evento que será em janeiro de 2010.

Este é Vitor “The Phenom” Belfort. Parece que a volta por cima é própria dos Fenômenos.

Metrô testará trem sem condutor

Megatatuzão na Estação da Luz

Megatatuzão na Estação da Luz

por Luiz Paulo Pereira

A Companhia do Metropolitano de São Paulo, o Metrô, vai iniciar dentro de dois meses testes com trem sem condutor físico. As composições irão funcionar com o sistema chamado “driverless”, dirigido de um centro de controle operacional, através de ondas de rádio.

O início das experiências ocorrerão em um trecho de apenas 1 km de trilhos dentro do Pátio Vila Sônia, um dos destinos da nova Linha 4 Amarela do metrô paulistano. Depois, os testes passarão para um trecho de quase 5 km de vias entre as futuras estações Vila Sonia e Faria Lima, finalizando as avaliações no começo de ano que vem.

Segundo Conrado Grava, diretor de operações do Metrô, a tecnologia já é usada em diversas cidades do mundo, como Paris, Kopenhagen e Cingapura.A previsão é que, no futuro, toda a Linha 4 Amarela opere dentro deste sistema. Ele diz ainda, que esta nova tecnologia é uma medida contra futuras greves que possam atingir a categoria dos metroviários.

Sobre a nova linha

A linha Amarela já era pra ter dado início às suas operações. No começo das obras, em 2004, a previsão era de funcionamento – ao menos parcial – já este ano. Porém, atrasos nas obras e o acidente com a futura estação de Pinheiros em janeiro de 2007, complicaram ainda mais a conclusão das obras.

Agora, a nova estimativa para operação comercial é no fim do primeiro trimestre do ano que vem. O primeiro trecho a operar será entre as estações Faria Lima e Paulista. Depois de um mês, até a estação Butantã, passando por debaixo do Rio Pinheiros.

Ainda em 2010, deverá ser aberto o trecho das estações Luz e República. Boa parte das estações esta em fase de acabamento e testes, especialmente as da Fradique Coutinho e Oscar Freire.