Pré Sal: evolução ou atraso?

Por Luiza Ferrão e Thais Paiva

O Pré-sal foi a galinha dos ovos de ouro da campanha da Dilma, e isso não é novidade pra ninguém. Mas é preciso desmistificar o posto que lhe foi concedido: O projeto está muito longe de solucionar os problemas do Brasil, e se não for bem empregado, pode até agravá-los.

Ele está na boca do povo, mas pouca gente sabe o que é: uma camada de sal foi encontrada abaixo do leito do mar, e ela possui um grande reservatório de óleo leve, matéria prima que produz petróleo mais fino, gerador de combustível de qualidade.

Com a descoberta da camada do pré-sal no litoral sul e sudeste do Brasil, (de Santa Catarina ao Espírito Santo), que supera em até 5 vezes o reservatório atual do país, o Brasil passa a estar entre os 6 países detentores das maiores reservas de petróleo do mundo.

Vai gerar riqueza, sem dúvida. Mas será que o impacto ambiental, a longo prazo, compensa a riqueza? E será que vai gerar tanta riqueza assim? Isso ainda é dúvida, uma dúvida crucial. Primeiro porquê o Brasil não dispõe do aparato necessário para extrair o petróleo da camada do pré-sal (estamos falando de um reservatório de 150 milhões de anos!), e essa tecnologia terá que ser importada de outros países.

Depois, porquê com sua extração, e a futura utilização como combustível, uma quantidade altíssima de CO2 será emitida no meio ambiente, numa época em que o aquecimento global é uma das maiores preocupações mundiais. O que fazer, então? Plantar milhares de árvores para compensar o estrago? Sim, essa é uma das soluções.

Outra coisa que está em jogo é o impacto regional. Muita gente que vive da pesca vai sair prejudicada pelas operações do pré-sal, e deverá ser ressarcida por isso. Junto com a operação do pré sal, foi criado o Fundo Social, que supostamente vai investir os lucros adquiridos com o petróleo em educação, meio- ambiente, saúde…

Mas será que o dinheiro vai dar para tudo isso? Como bem coloca Fernando Marcelo Tavares, no artigo “O pré-sal e o meio ambiente”, (link abaixo), “ilusão achar que o pré-sal vai resolver todos os problemas. Não vai. Por isso este impasse diante do gênio. Tirar de mil, um só desejo”.

Veja mais: http://www.ecodebate.com.br/2008/09/09/o-pre-sal-e-o-meio-ambiente-artigo-de-fernando-marcelo-tavares/

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s