Arquivo da categoria: Tecnologia

Troca-troca de Navegador

Hoje em dia temos diversas opções de navegadores para internet. O mais conhecido (e problemático) é o IE (Internet Explorer), entre outros também bem conhecidos como o Google Chorme e o Firefox. Recentemente uma novo navegador foi lançado: o RockMelt.

Consegui um convite para testar a versão beta desse navegador. Me surpreendi com algumas funções. Primeiramente, o browser usa o projeto Chromium, que é o mesmo projeto por traz do Google Chrome, garantindo sua agilidade, segurança e estabilidade. O grande foco do RockMelt são as redes sociais e os sites de compartilhamento. Caso seja usuário do Facebook ou Twitter, a pessoa pode compartilhar o site em que se encontra utilizando o botão “share” encontrado entre a barra do URL e de pesquisa.

search engine do browser também é um tanto inovador. Ele abre como se fosse uma segunda página, em paralelo, com a busca e permite que a pessoa troque entre os sites encontrados na busca sem ter que abrir diversas páginas ou abas diferentes.

Fora essas funções, o RockMelt é um bom navegador. Apesar, que se não fosse usuária das redes sociais, talvez preferisse manter meu antigo browser. Mas essa ainda é a versão beta, assim ainda podemos esperar mais inovações e melhoras para a versão “final”.

Nada como um bom video demonstrativo para aprender a usar esse novo navegador!

Então, divirta-se!

 

Luccianna Ferreira

Anúncios

Todo mundo fazendo check-in no foursquare

Em 2009 uma nova rede de relacionamento foi laçada. o foursquare. No foursquare os usuarios dão check in nos lugares que frequentam pelo celular. Os moradores do EUA conseguem acessar essa ferramenta via mensagens de sms. Por enquanto aqui no Brasil a única forma de usar o foursquare de um celular é se a pessoa possui um pacote de dados ou tem acesso à alguma rede de wi-fi e usa o API/aplicativo do foursquare para fazer anunciar aonde se encontra.

A idéia do foursquare é poder ver os diversos lugares ao seu redor onde podem ter dicas do que comprar, comer ou fazer. Qualquer pessoa pode deixar os tips sobre os lugares. Quando alguém atinge um numero de check-in em algum lugar ela se torna mayor (prefeito) desse lugar. Com forme se usa o foursquare a pessoa ganha diversas badges (medalhas) e pontos. O status da pessoa pode ser verificado tanto no site como nos aplicativos do telefone móvel.

Alguns estabelecimentos no EUA já começam a ter promoções especias para os usuarios do foursquare, pricipalmente para os clientes que se tornam mayors. Aqui no Brasil o foursquare ainda é um novidade mas boa parte dos estabelecimentos já estam registrados com seus respectivos prefeitos.

Na terça-feira, 06 de outubro, o foursquare teve problemas e ninguém conseguia dar check-in. Na última semana isso vinha acontecendo com uma certa frequencia. Hoje (06/10), pela manha o foursqure postou que atingiram 200 milhões de check-in, isso em menos de 2 meses como anunciado no site da TechCrunch. Para atingir 100 milhões demoram 16 meses.

Luccianna Ferreira

Apple e a Musica nas Pontas dos Dedos

A Apple nunca para de inovar, está sempre lançando um produtos novo e deixando seus consumidores loucos desejando sempre os modelos mais atuais de seus produtos. Depois de laçarem o iPad, sobre qual já falamos aqui no blog e depois o iPhone 4 que foi lançado dia 17 de Setembro no Brasil, agora chegou a vez dos novos iPods.

Primeiro temos o novo iPod Shuffle, que apesar de continuar sem display ganhou uma nova função muito interessante: o VoiceOver. A função é ativada por um pequeno botão que ao ser pressionado escuta-se um voz nos fones dizendo o titulo da musica. Essa função permite também que se tenha mais de uma playlist no seu iPod Shuffle, trocando entre elas de acordo com o nome dito pelo VoiceOver.

O iPod Nano chegou bem mudado em sua versão touch. Seu tamanho foi reduzido e ganhou também um clip que permite o usuário prende-lo na roupa, bolsa etc. A resolução ficou melhor e ganhou algumas funções (mais simples) que se encontram no iPhone e no iPod Touch como a inversão da orientação da tela etc. Escutando as reclamações de seus usuários a Apple manteve a rádio FM na nova versão do iPod nano.

O iPod Touch continua a ficar cade vez mais parecido com o iPhone. Dessa vez ganhou a função FaceTime que funciona como uma ligação com video e depende de uma conexão wi-fi. O iPod também ganhou o Retina Display de altíssima resolução, tornando os pixels invisíveis ao olho nu. Com o display de alta resolução, o iPod ganhou uma câmera que filma em HD, que podem ser editados com a pontas dos dedos com o novo aplicativo do iMovie. Fora as funções adicionadas a essa versão, o iPod Touch mantém suas antigas funções com alguns melhoramentos.

A apple está sempre inovando e se superando. Só precisamos ficar atentos para acompanhar a sua revolução no mundo tecnológico e da comunicação.

Luccianna Ferreira

O Encanador de Bigodes Completa 25 anos

O personagem da Nintendo mais famoso, Mario um encanador baixinho, bigodudo e de macacão vermelho completou 25 anos no dia 13 de setembro. O personagem nasceu em 1985, e sua aparência era bem diferente do que é hoje, o primeiro Mario era todo pixelado e era feito para jogos de 8 bits.

O jogo “Super Mario Bros” atualmente já existe para os jogos mais avançados como o Wii da própria Nintendo com algumas novas funções e em 3D.

iPad atinge expectativas e começa a revolucionar o mundo dos gadgets

Lançado nesse ano, 2010, o iPad chegou cheio de controvérsias e decepções. Antes da venda, quando a Apple apresentou o produto houve muito alvoroço entorno da sua funcionalidade. Muitos diziam que o iPad era apenas um iPod Touch gigante. No entanto, o iPad provou ser muito mais do que isso. A venda do produto estourou e seus usuários estão satisfeitos. Na Inglaterra, um pesquisa da Cooper Murphy Webb mostra que o iPad passou da TV no tempo de uso durante o lazer, 24% contra apenas 19% da TV (Fonte Tecnoblog).
O iPad tem se mostrado muito útil para leitura de conteúdos da internet e dos chamados eBooks (um formato digital de livros). O programador Leonardo Ribeiro, 29, acredita que a melhor função do iPad é a leitura. Ele comprou o iPad por curiosidade e se surpreendeu com a praticidade do aparelho. Ele diz que tem trocado o tempo que fica em seu desktop para ficar no iPad.
Pedro Zambarda, 21, estudante de jornalismo, o vê como uma ferramenta útil para o jornalismo “Se vou em uma conferência, podendo levar o iPad, lanço informações no Twitter em minutos. Para coberturas, isso é ótimo. Se estou em uma reunião de pauta, posso acessar rapidamente informações online. Há sites que possuem aplicativos na loja Apple e, com esses programas no iPad, tenho conteúdo offline para acessar e, atualizando o app, posso pegar as últimas novidades. O jornalismo só se beneficia com os avanços tecnológicos”. Rupert Murdoch, dono de diversos jornais americanos, concorda com Pedro pois chamou o iPad de “plataforma perfeita” para os jornais (Fonte Macworld). Mais uma vez a Apple Inc impressionou e revolucionou o mercado dos gadgets.

Informação e consumo 3G

Por Roni Fagundes – follow me

A convergência digital, notóriamente marcada pela presença de redes sociais dinâmicas  ambientadas no espaço público virtual,  cada vez mais influencia no modo de entender o mercado informacional e a maneira de trabalhar dos mais diferenciados segmentos profissionais, inclusive o jornalístico.

TV 2.0: mais uma plataforma para o profissional da comunicação

André Mermelstein, jornalista e  diretor da divisão profissional da Sony, falou por aproximadamente 1 hora a respeito da integração da TV 2.0 no novo mercado de consumo, propiciado pelas mudanças comportamentais decorrentes da revolução tecnológica que está em curso, a qual foi definida por Silvio Meira como “revolução cambriana”, no mesmo dia,  29 de outubro, durante o Media On, em São Paulo, já abordado aqui.

Mermelstein destacou as características do novo modelo de TV que, de acordo com ele, em breve será o hegemônico. Elas são: não-linearidade (possibilidade de assistir  qualquer programa a qualquer momento),  múltiplas plataformas (Tv na internet, no celular, games na TV, internet na TV, broadcast TV), Long Trail (emergência de nichos, oferta e consumo de produtos altamente segmentados, como músicas ou desenhos alternativos) e interatividade.

Essas quatro características da TV 2.0  são as bases dos novos modelos de negócios aos quais a mídia profissional terá que se adaptar para manter com viabilidade e êxito suas atividades.

Entre esses modelos de negócios figuram os conteúdos patrocinados, o merchandising, o advertainment (Advertinsing + entertainment), o marketing integrado e o broaded content, este último teve o Repórter Esso como seu precursor.

Mermelstein afirmou que “as pessoas têm uma visão muito limitada de interatividade” e que a interação do usuário com a TV 2.0 será muito mais avançada do que a vista hoje em dia com TVs como a digital,  HD-TV e IPTV, muito confundidas com a primeira, segundo ele.

Explicou que a TV digital “da forma como se coloca, é linear, de modelo broadcast, similar à TV analógica, sem grandes sofisticações”. A IPTV “não é TV pela internet, a rigor não é muito diferente da TV analógica convencional”.

Esclareceu que as plataformas mais aproximadas da TV 2.0 são (1) o celular 3G, cuja “novidade hoje está na convergência entre diversas plataformas e redes sociais” e (2) a BroadbandTV, cujos “principais fabricantes são ocidentais (sem mencionar quais), e representa a convergência entre TV e internet”.

Mermelstein exortou a plateia de que “a projeção de crescimento do tráfego de vídeo nas novas plataformas digitais nos próximos 6 anos é de 6 vezes”.

Convém aos profissinais da comunicação, formados e formandos, experientes ou noviços, refletir a esse respeito. O discurso de Mermelstein na íntegra pode ser acessado aqui.