Arquivo da tag: 2010

Convite ao conhecimento: Bienalize-se

“Um copo” de tudo o que há no mundo, agora  cabe a São Paulo navegar

Por Vivian Ito
Colaboração da jornalista de política para a seção de cultura

A Bienal de São Paulo, criada em 1951 por Ciccillo Matarazzo, exibida acada dois anos no Parque do Ibirapuera, estará em exposição do dia 25 de setembro a 12 de dezembro. O tema deste ano será ‘Bienalize-se, há sempre um copo de mar para um homem navegar’. Frase  retirada da obra Invenção de Orfeu, que sintetiza a intenção da exposição, de mostrar a impossibilidade de separar a arte da política.

Obras de 159 artistas de diversos países foram expostas no Pavilhão do parque. Entre eles: Nuno Ramos, Gil Vicente e Henrique Oliveira. Além dos quadros, este ano também foram expostos recursos visuais e auditivos, como vídeos e músicas. Em conferência de imprensa a curadoria educacional, Tânia Regina, revela que a ideia deste novo conceito é mostrar que entender e falar de arte contemporânea pode ser algo feito por todos, basta recorrer ao nosso repertório e experiências anteriores.

Segundo a professora Rosa de Moraes, “a grande quantidade de sensações produzidas por estes recursos, nos leva ao verdadeiro cotidiano, pois representam tudo o que temos que ver e ouvir no dia a dia”. Apesar de algumas pessoas discordarem – como Luiz Flávio Rodrigues, que afirma “nunca ter visto uma bienal tão estranha, já que a mistura de sons e a falta de explicação são muito confusos” – a função da bienal era exatamente o que Rosa descreveu, provocar pensamentos e reflexões que mostrassem ao público tudo aquilo que nos ajuda a pensar no mundo de hoje.

Anúncios

Plinio 2.0

Por Vivian Ito

Após a grande notoriedade que as mídias sociais ganharam na política com a campanha do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, os presidenciáveis do mundo inteiro tentaram se destacar nas plataformas sociais, a grande maioria sem sucesso.

No caso do Brasil, enquanto as eleições 2010 ficaram conhecidas como 1.0, pela falta de aproveitamento das mídias sociais. O ex-candidato a presidência, Plínio de Arruda Sampaio de 80 anos, tornou-se o ‘super-homem’ da Internet.

Não foi a falta de investimento em capanha online que não destacou os outros candidatos, mas a falta de pessoalidade em suas declarações e posts na rede. A quantidade de postagens no twitter revelavam que não era o presidente José Serra quem estava ‘twittando’ com seus seguidores, e no caso da presidente Dilma Rousseff, contratar a empresa Blue State Digital não ajudou a mostrar personalidade na rede.

Para comprovar este fato, podemos entrar no twitter dos candidatos e da atual presidente brasileira e verificar quem continua postando alguma informação e com que frequência.

Ao contrario de seus adversários, Plínio de Arruda não só se identificou com o fenômeno virtual, como também entendeu como funcionam. Prova disso são os seus acessos contínuos na rede mesmo após a eleição.

Brasil perde, mas volta de cabeça erguida

fonte: globoesporte

Por Victor Pozella

Assim como em 2002, em 2010,a  seleção masculina de Basquete foi eliminada nesta terça-feira para a seleção Argentina no Mundial de Basquete, disputado na Turquia.

Com uma campanha mediana, o Brasil chegou até as oitavas de final. Na fase de grupos, o Brasil se classificou em terceiro lugar, adiantando um confronto que poderia ser evitado. A equipe ganhou e perdeu três partidas no campeonato. O que chamou a atenção foi o desempenho dos brasileiros nas derrotas. Quando jogou contra a seleção norte-americana, o Brasil fez uma ótima partida mas não conseguiu sair com a vitória, o mesmo  aconteceu contra a atual campeã mundial, Argentina. Em jogo equilibrado, os brasileiros não conseguiram ter um bom desempenho no último quarto do jogo, perdendo assim a chance de continuar no mundial de Basquete.

Marcelinho Huertas foi o destaque da seleção na Turquia. Na partida decisiva o armador brasileiro fez 32 pontos.

Luis Scola, ala-pivô da Argentina, jogador da NBA, fez 38 pontos, e foi o diferencial da partida.  Com Rubén Magnano sob o comando, o Brasil volta para casa com um 9° lugar,  oito posições a frente do que no mundial de 2006 disputado no Japão, a seleção volta com o pensamento de que o trabalho está no caminho certo, e que as conquistas devem voltar a acontecer.

Primeiro Debate Online

Por Vivian Ito

Com a mudança da lei eleitoral em 2009, a internet passou a ter liberdade plena para organizar debates eleitorais. O primeiro aconteceu na manhã do dia 18 de agosto, no teatro TUCA da PUC de São Paulo. Houveram 5 blocos, com diversas dinâmicas, aonde os entrevistados puderam debater entre eles, com os internautas e responderam perguntas de diferentes jornalistas da Folha de S.Paulo. Os convidados foram Dilma Roussef (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV), com a ausência de Plínio de Arruda Sampaio (PSOL), que não foi convidado, mas no momento do evento realizou um chat com sua “twitcam” analisando a discussão dos adversários e colocando seu ponto de vista.

Ao parecer, as candidatas tinham um objetivo em comum, o candidato do PSDB, que foi motivo de muitas críticas. Por um lado Marina dizia: “Por que em 20 anos de governo do PSDB nós não temos aqui um exemplo de políticas públicas para o Brasil?”, referindo-se à situação do ensino no Estado de São Paulo, e também cobrou a campanha eleitoral que o candidato realizou utilizando imagens de favelas virtuais, sendo que no Brasil existem tantas favelas reais. E pelo outro lado estava Dilma, com os maiores ataques: “Como vocês estão vendo, ele não falou nada sobre substituição tributária. Havia uma fila burra no governo federal no governo Fernando Henrique Cardoso”

Apesar de ser levado a cruzar os braços enquanto ouvia as críticas, não se conformou em ser o alvo e defendeu-se dizendo para Dilma: “Você fica tão ligada para trás, seu espelho retrovisor é tão grande. É maior que o pára-brisa. Você não olha para frente”, já que ela não cansava de expor o caso do governo FHC. O tucano também colocou uma e outra vez falhas no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do partido deste, apontando a desmoralização do ENEM e questões do setor de energia elétrica no Brasil: “O imposto sobre energia elétrica subiu, isso foi na gestão da Dilma. A luz que a gente acende, nós pagamos mais que o dobro de imposto federal que pagávamos”Entre elas, também ouve momentos de ataques, no final do debate Marina Silva se refere ao Lula dizendo: “Estão querendo infantilizar os brasileiros com essa história de pai e de mãe” e apontou que as perguntas que fez para um – referindo-se ao Serra – durante o debate, também faria para o outro – olhando para a Dilma-. Mas como sempre calma, consegue se sair bem na pergunta que um jornalista da Folha fez, sobre o que ela faria em um segundo turno, se o presidente lhe pedisse apoio a Dilma contra o Tucano,dizendo que “O segundo turno a gente discute no segundo turno”.

Já a Dilma é surpreendida por uma pergunta mais pessoal, sobre sua capacidade de dirigir um governo, após uma difícil fase de luta contra o câncer, respondendo com a frase “é preciso acabar com o preconceito. O câncer é uma doença curável e eu estou curada”.

Se compararmos o conteúdo de um debate online e um televisivo, vemos que nada muda no discurso entre os políticos. Mas, independente disto, o acesso ao conteúdo político via internet pode significar um passo a mais para a democratização da informação para os brasileiros fora ou dentro do país, pois facilita a transmissão de conteúdo público que afeta diretamente a sociedade.

Robinho volta a Europa e será que ele vai pedalar por lá?

Foto: Lancenet.com.br

Por Alexandre Feitosa 

Robinho fez seu ultimo jogo pelo Santos no dia 04 de Agosto contra o Vitória no estádio do Barradão, e foi campeão do inédito título do clube praiano na Copa do Brasil.

 Agora ele vai enfrentar o desafio de se dar bem no Velho Continente, foi relacionado para o jogo do Manchester City pela Liga Europa contra o Timisoara, da Romênia, no dia 19 de Agosto na Romênia.

 A última partida de Robinho pelo clube de Manchester foi no dia 24 de janeiro na Copa da Inglaterra contra Scunthorpe.

 Vamos ver se ele consegue jogar bem na Europa, fato que não conseguiu fazer atuações convincentes que nem ele jogava pelo Santos que encantou o Brasil de 2002-2004. Pelo Santos ele ganhou Campeonato Brasileiro de 2002 e 2004 e vice Campeão da Libertadores em 2003.

Será que agora ele consegue pedalar bastante na Europa ou vai voltar para o Brasil e pedalar por aqui? Essa resposta só o tempo dirá e o futebol dele “falar” o que vai acontecer.